Uberlândia é a 2º do Brasil em qualidade de vida entre municípios de 500 mil a 1 milhão de habitantes


 


Ranking das cidades entre 500 mil e 1 milhão de habitantes- Reprodução/IPS Brasil 2024

 

Impulsionada pelas políticas públicas da Prefeitura, sob a diretriz do prefeito Odelmo Leão para estimular o desenvolvimento socioeconômico, Uberlândia continua sendo destaque em rankings nacionais. Entre aquelas com população de 500 mil a 1 milhão de habitantes, a cidade é a segunda do Brasil em qualidade de vida, ficando à frente de municípios e capitais, como Cuiabá (MS), Aracaju (SE), Ribeirão Preto (SP) e Londrina (PR), conforme o Índice de Progresso Social (IPS). No ranking geral, é a 33ª melhor do país.

 

A nota geral de Uberlândia no IPS Brasil foi 69,11 em uma escala de 0 a 100. Além disso, ainda na categoria entre 500 mil e 1 milhão de habitantes, o segundo maior município de Minas Gerais obteve a melhor nota brasileira no pilar "Saúde e Bem-Estar" e a segunda melhor posição no pilar "Água e Saneamento".

 

O ranking é realizado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) em parceria com Amazônia 2030, Anattá Pesquisa e Desenvolvimento, Centro de Empreendedorismo da Amazônia e Social Progress Imperative (que reúne os criadores do índice: Fundación Avina, o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

 

O levantamento nacional vai além do contexto econômico para medir a performance de municípios nos âmbitos social e ambiental. É composto por 53 indicadores de fontes públicas, entre órgãos oficiais e institutos de pesquisa, como o DataSUS, Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento (SNIS), Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Mapbiomas, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e CadÚnico.

 

A avaliação foi dividida em três dimensões (Necessidades Humanas Básicas, Fundamentos do Bem-estar e Oportunidades), que contam com 12 pilares observados (Nutrição e Cuidados Médicos Básicos, Água e Saneamento, Moradia, Segurança Pessoal, Acesso ao Conhecimento Básico, Acesso à Informação e Comunicação, Saúde e Bem-estar, Qualidade do Meio Ambiente, Direitos Individuais, Liberdades Individuais e de Escolha, Inclusão Social e Acesso à Educação Superior).



Ranking do pilar "Saúde e Bem-estar" das cidades entre 500 mil e 1 milhão de habitantes- Reprodução/IPS Brasil 2024

 

Saúde e Saneamento em destaque

 

No indicador "Saúde e Bem-estar", Uberlândia ocupa a primeira colocação entre todas as cidades brasileiras com população entre 500 mil e 1 milhão de habitantes, com a avaliação máxima nos quesitos" Expectativa de Vida" e "Mortalidade por Doenças Crônicas Não Transmissíveis". Também se destaca no indicador "Água e Saneamento", com a segunda posição na categoria e conceito máximo nos tópicos "Áreas Verdes Urbanas" e "Índice de Vulnerabilidade Climática dos Municípios (IVCM)". Nos dois recortes, ficou à frente dos municípios mineiros Contagem (MG) e Juiz de Fora (MG) e de capitais como Florianópolis (SC), Maceió (AL) e Natal (RN).

 

PMU