Premiado dramaturgo, Kiko Rieser, ministra oficina de escrita dramatúrgica em Uberlândia


 

A oficina do mês de julho do Projeto Uberlândia na Rota das Culturas será ministrada pelo premiado dramaturgo, Kiko Rieser, no próximo sábado, dia 13, das 14h às 18h no Cineteatro Nininha Rocha, com inscrições gratuitas. A oficina que terá como tema: "Da vida real para a cena", vai proporcionar aos participantes ferramentas necessárias para o processo de escrita dramatúrgica baseada em fatos e personagens reais.

Ela será dividida em duas partes: na primeira, serão abordadas as etapas de criação de textos através de leituras e exemplos de cenas e da estrutura narrativa. Já na segunda, os participantes serão divididos em grupos e, cada um deles, irá escrever uma cena partindo de histórias reais propostas pelo dramaturgo. Para isso, eles serão estimulados, por meio de exercícios, a buscarem respostas para questões como: O que é essencial nesta história?  Quais os personagens fundamentais? Que elementos ficcionais você traria para a história para que a dramaturgia ganhe força? Entre outros.

Em sua trajetória, o autor Kiko Rieser escreveu algumas peças dentro deste contexto, como é o caso de "Hilda e Caio" e do premiado texto "Nasci pra ser Dercy" e com toda essa trajetória ele tem embasamento suficiente para processos de escrita baseados em fatos e/ou personagens reais, seja no teatro ou no audiovisual. Por outro lado, também há uma carência de cursos e oficinas gratuitas focadas especialmente neste segmento, que busca oferecer aos participantes ferramentas essenciais para esse tipo de narrativa.

 

Quem é Kiko Rieser

Formado em Artes Cênicas pela ECA-USP. Recebeu o Prêmio Bibi Ferreira 2023 de melhor dramaturgia por "Nasci pra ser Dercy". Escreveu e dirigiu as peças "Amarelo distante" (baseada em Caio F., com Mateus Monteiro), "A vida útil de todas as coisas" (com Eduardo Semerjian, João Bourbonnais, Louise Helène e Luciana Ramanzini, diversas indicações ao Prêmio Aplauso Brasil), "Nasci pra ser Dercy" (com Grace Gianoukas, diversas indicações aos prêmios Bibi Ferreira, APCA e Cenym, Arcanjo e Prio), "Hilda e Caio" (com Lavínia Pannunzio e André Kirmayr) e o infantil "O que fica das pessoas que vão". Dirigiu também "Capitu, olhos de mar" (adaptação autoral), "A dama da noite" (de Caio F.), "Quando as máquinas param" (de Plínio Marcos), "Fôlego" (de Gary McNair), "O anjo de cristal" (de Luccas Papp) e o infantil "Braguinha – sons, canções e histórias" (em parceria com Cristiano Tomiossi – 4 indicações ao Prêmio São Paulo). Produziu vários desses espetáculos, além de outros como "Consertando Frank" (indicado ao APCA de melhor espetáculo, dir. Marco Antônio Pâmio), "Volpone" (dir. Neyde Veneziano), "Brian ou Brenda?" (dir. Yara de Novaes e Carlos Gradim), "O arquiteto e o imperador da Assíria" (com Eric Lenate e Helio Cicero), o infantil "E o Zé, quem é?" (de Marcello Airoldi). Produziu também o livro "Amor ao teatro", compilação de críticas de Sábato Magaldi, finalista do Prêmio Jabuti 2015. Escreveu e dirigiu o curta-metragem "Deixe a porta aberta ao sair" (com Lucélia Santos). É autor de "Lapsos" (poemas, Editora Patuá, 2017) e "Átimo" (romance, Editora Instante, 2018).


Serviço:
Oficina de Dramaturgia: Da Vida Real Para a Cena
Orientador: Kiko Rieser
Data: 13/07/2024
Horário: 14h às 18h
Local: Cine Teatro Nininha Rocha – Praça Prof. Jacy de Assis, s/n - Centro
Investimento: Gratuito

Mais informações: (34) 9 9776 7536
Inscrições: No link da bio do instagram @
udinarotadasculturas


Assessoria