Prefeitura assina com Caixa e construtoras termos de autorização para construção de apartamentos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’ em Uberlândia


O prefeito Odelmo Leão recebeu, na tarde desta segunda-feira (8), os representantes da Caixa Econômica Federal e das construtoras responsáveis pelos quatro projetos autorizados pelo Ministério das Cidades a obterem financiamento por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Durante o encontro, no Centro Administrativo, foram assinados os termos de autorização para construção de novos apartamentos na cidade, com base nas portarias 626 e 629, publicadas no Diário Oficial da União da última sexta-feira (5) e que vão beneficiar 736 famílias integrantes da faixa 1 (com renda de até R$ 2.640).

Os termos foram assinados pelo prefeito ao lado do superintendente de Rede da Caixa, Clayton Rosa Carneiro, do representante da HLTS Engenharia e Construções, Antônio Borges Freitas Júnior, e do representante da Marqueza II Construções Ltda., Morum Bernardino. As construtoras habilitaram-se e obtiveram autorização para se enquadrarem no programa habitacional e cada uma vai viabilizar dois projetos: no bairro Pequis, serão 352 apartamentos divididos entre os residenciais Pequis I e II; outros dois projetos estarão no Jardim Ipanema II, com 384 apartamentos distribuídos entre os Place Tangará I e II.

“Logo que soubemos da intenção do governo federal de retomar o ‘Minha Casa, Minha Vida’, determinei que nossas equipes iniciassem a atualização de cadastro, bem como reabrissem o cadastramento, de construtoras e beneficiários. Em novembro, recebemos a notícia de que tínhamos dez projetos habilitados, em condições de auxiliarem nosso povo na conquista da tão sonhada casa própria, mas o prazo era curto para que as construtoras apresentassem todos os documentos necessários para seguirem no processo. Então, montamos uma verdadeira força-tarefa, com diversas secretarias, para agilizar essa aprovação. Celebramos hoje a primeira parte dessa conquista, com 736 apartamentos”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Há a expectativa de que, até o final de julho, sejam liberados outros 628 imóveis, confirmando os 1.364 habilitados em novembro de 2023 dentro do programa habitacional. Além do Pequis e Jardim Ipanema, as demais propostas contemplam os bairros Chácaras Tubalina, Monte Hebron, Morumbi e Shopping Park.

PMU