Uberlândia está entre as 10 cidades mais seguras do Brasil dentre as com mais de 100 mil habitantes


 

Reprodução

 

Mais uma vez, Uberlândia se destaca em um ranking nacional. As políticas públicas da Prefeitura de Uberlândia, sob administração do prefeito Odelmo Leão, que visam a melhora constante da qualidade de vida e da segurança da população, colocaram a segunda maior cidade do estado de Minas Gerais, novamente entre as mais seguras do país. Segundo o Anuário 2024 das Cidades Mais Seguras do Brasil, o município foi considerado entre os dez com as menores taxas de homicídios, em 2022, dentre aqueles com população com mais de 100 mil habitantes. Com esta performance, figura como o município mais seguro de Minas Gerais.

O estudo, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e divulgado hoje (18) , tem como referência dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Ministério da Saúde.

A posição de destaque de Uberlândia no levantamento, segundo o prefeito Odelmo Leão, é fruto dos investimentos da gestão municipal em segurança pública e da diretriz governamental que prioriza a parceria do Município, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Integrada e demais secretarias, com os órgãos de segurança (Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros).

"A cidade pode e deve ser parceira dos órgãos que trabalham diretamente na prevenção e combate à criminalidade. E é o que temos feito por meio de programas como o 'Anel de Segurança', o 'Videomonitoramento Rural' e o 'Aplicativo Salve Maria'. Isso sem falar nas demais políticas como o videomonitoramento nas escolas, a modernização da iluminação pública e da infraestrutura da cidade. As melhorias em segurança pública são um compromisso da nossa gestão. Desde que retornei à Prefeitura, em 2017, nós já investimos R$ 83,5 milhões no setor de segurança pública", destacou o prefeito Odelmo Leão.

O ranking, que se baseia no Censo 2022 e em levantamentos do Ministério da Saúde, considerou a incidência de óbitos violentos a cada grupo de 100 mil habitantes. Na classificação entre as cidades com população com mais de 100 mil habitantes, Uberlândia (com incidência de 4,9/100 mil) ficou à frente de municípios como São José dos Campos (79,2/100 mil), Ribeirão Preto (10,9/100 mil), Joinville (19,7/100 mil) e São Bernardo do Campo (12,7), Campinas (14,2/100 mil), Juiz de Fora (17,4/100 mil), Contagem (18,3/100 mil) e de capitais como Florianópolis (8,9/100 mil), Cuiabá (15,2/100 mil), Curitiba (21,0/100 mil) e Vitória (28,5/100 mil).

Projetos e ações na área de segurança pública

Além dos investimentos em qualidade de vida, que aumentam o bem-estar da população no dia a dia por meio de mobilidade urbana, iluminação pública e acesso a serviços essenciais, a Prefeitura de Uberlândia elabora e apoia projetos para fortalecer os órgãos de segurança pública atuantes na cidade. Por meio do programa "Anel de Segurança", o Município, desde 2019, disponibiliza um serviço tecnológico que possibilita que a Polícia Militar (PM) tenha acesso às câmeras instaladas nos radares fixos de fiscalização eletrônica.

Mais uma iniciativa de sucesso é o "Videomonitoramento Rural", uma parceria firmada em maio de 2022 com a PM e o Sindicato Rural para a implantação de um serviço inteligente de monitoramento de distritos, comunidades rurais e estradas vicinais, ampliando o cinturão de segurança uberlandense e somando forças ao "Cartão do Produtor Rural" que, desde julho de 2021 facilita a localização e acesso das propriedades rurais especialmente em situações de emergência que demandem ações da polícia ou do Corpo de Bombeiros.

A Prefeitura de Uberlândia também disponibilizou o aplicativo 'Escola Protegida' e realiza o videomonitoramento nas escolas, com investimento próprio do município realizado na ordem de R$ 1,35 milhã. São 1,8 mil câmeras instaladas nas áreas internas de todas as escolas e outras 336 em 134 pontos estratégicos nas áreas externas das escolas.

Em outra frente, a Prefeitura desenvolveu e lançou, em março de 2019, o aplicativo Salve Maria, que auxilia mulheres na denúncia de situações de violência. O recurso, acessível por meio dos sistemas iOS e Android, permite o acionamento da polícia com um simples clique. A tecnologia não só tem sido um importante apoio na luta contra a violência de gênero e no salvamento de vidas, como ainda é referência para diversas cidades do país.

A Prefeitura de Uberlândia também inaugurou, em março de 2024, a nova sede da Secretaria Municipal de Segurança Integrada e mantém convênios com forças de segurança, além de realizar investimentos de manutenção.

 

PMU