Produto coletado por comunidades do Cerrado Mineiro é exportado para Dubai

 

A castanha de baru segue conquistando novos paladares e abrindo mercados mundo afora. Desta vez, duas toneladas do fruto nativo do Cerrado tiveram como destino o Oriente Médio. Negociado por intermédio de uma empresa brasileira, o produto beneficiado e comercializado pela Cooperativa da Agricultura Familiar (Copabase) - com sede na cidade de Arinos, no Noroeste de Minas Gerais - chegou neste mês de junho em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.


A carga exportada consolida a estratégia comercial da Copabase de ampliação e acesso a novos mercados, além da divulgação e valorização do baru reconhecido como um 'superfood' brasileiro, devido ao alto teor de nutrientes. "Essa venda é resultado do esforço realizado pela Copabase nos últimos anos, participando de feiras nacionais e internacionais, e destacando o produto como um protagonista do Cerrado Mineiro", explica a gestora da cooperativa, Dionete Figueiredo.


Sociobioeconomia

Com apoio do Sebrae Minas, Fundação Banco do Brasil e outros parceiros, a Copabase estimula o fortalecimento da economia local, a promoção e a valorização da sociobioeconomia do Cerrado Mineiro - conceito que reconhece o modelo das comunidades tradicionais para gerar renda e, ao mesmo tempo, fortalecer a biodiversidade.


Por ano, mais de 15 toneladas de castanhas de baru são beneficiadas e comercializadas pela Copabase, gerando trabalho e renda para 70 produtores associados, e cerca de 300 famílias envolvidas com a cadeia produtiva do fruto no Vale do Urucuia e na Região do Grande Sertão Veredas. Um processo que se inicia, essencialmente, na coleta pelos extrativistas.


Para a analista do Sebrae Minas Daniele Moreira a exportação para Dubai reforça o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Sebrae na região. "A partir de consultorias especializadas, conseguimos reposicionar comercialmente a cooperativa e todos seus produtos no mercado, de maneira competitiva e estratégica. Isso possibilitou mais uma grande remessa de baru para o exterior", destaca.


Nos últimos três anos, o produto vem conquistando novos consumidores em grandes centros do país e do exterior. Atualmente, a castanha de baru da Copabase pode ser encontrada em supermercados do Grupo Carrefour de Brasília e de São Paulo, e já foi exportada para os Estados Unidos. A iguaria também conquistou, em fevereiro de 2023, a certificação de produto orgânico pelo Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural (IBD).

 

Assessoria