Prefeitura segue com ponto de aplicação de vacinas no Terminal Central



Danilo Henriques - Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

 

Implementado pela Secretaria Municipal de Saúde como parte da estratégia anunciada pelo prefeito Odelmo Leão para conter o avanço de doenças respiratórias, o ponto extra temporário de vacinação no Terminal Central continua aberto ao público no 2º piso, próximo à entrada pela avenida João Naves de Ávila. A princípio, o ponto extra, criado em 27 de maio, ficaria disponível até dia 15 de junho, mas, devido à boa adesão da população, optou-se por manter essa referência por mais algumas semanas, até nova avaliação. 

No local, equipes do Programa Municipal de Imunização atuam na atualização do cartão de vacina, com destaque para os imunizantes contra a gripe e a Covid-19. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. No entanto, haverá vacinação neste sábado (15) a fim de facilitar ainda mais o acesso da população que precisa vacinar. Até o início da semana, quase 5 mil doses de diversos imunizantes foram aplicadas em pessoas que passaram pelo Terminal Central, incluindo 2.760 de prevenção à gripe e 724 de prevenção à Covid-19.

Desde março, a Prefeitura de Uberlândia tem intensificado as ações e estratégias para garantir que a população fique protegida contra o vírus Influenza, mas as taxas de cobertura vacinal seguem abaixo do esperado, principalmente nos grupos mais vulneráveis. A vacinação contra a Influenza, com imunizante que protege contra três variantes do vírus, foi ampliada para o público em geral acima dos seis meses de vida e também foi prorrogada para enquanto durarem os estoques na Rede Municipal de Saúde, conforme nota técnica do Ministério da Saúde.

Mesmo com a liberação para toda a população, o público a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (até 45 após o parto) e crianças devem garantir o quanto antes a proteção. Até segunda-feira (10), 161.706 mil doses da vacina da gripe foram aplicadas na cidade. No recorte de idosos e crianças, que são mais suscetíveis às complicações da gripe, a cobertura está 39%.

 

Vacinação contra a Dengue e Covid-19

Além de se imunizar contra a gripe, quem passa pelo Terminal Central ou salas de vacina ainda tem a oportunidade de atualizar o cartão de vacina com outros imunizantes. A vacinação contra a Covid-19 é um exemplo.

O estoque da nova vacina enviada pelo Ministério da Saúde, a Monovalente XBB (Spikevax), que é a versão atualizada para a variante em circulação no país, a XBB 1.5., já está regularizada. Conforme orientação do órgão federal, os públicos-alvo são as pertencentes aos grupos prioritários e as crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias não vacinadas ou com esquema vacinal incompleto, de acordo com a faixa etária, para vacinação de rotina no Calendário Nacional de Vacinação Infantil. (Clique aqui e confira o esquema vacinal para cada público)

Além disso, 10 unidades de saúde estão com as doses remanescentes do único lote de vacina contra a dengue enviado pelo Ministério da Saúde. Neste momento, a aplicação das doses está com livre demanda para os adolescentes de 10 a 14 anos nas UAI's Pampulha, Planalto e Martins, na UBS Custódio e nas UBSF's Glória, Minas Gerais, Jardim Brasília I, Dom Almir, Monte Hebron e Luizote. Portanto, não é mais necessário fazer agendamentos.

PMU