Prefeitura de Uberlândia anuncia mutirão de mais de 2 mil exames de colonoscopia


Para aumentar o acesso aos exames essenciais para diagnósticos, a Prefeitura Municipal de Uberlândia anunciou, nesta quarta-feira (26), um mutirão de exames de colonoscopia. O anúncio foi feito pelo prefeito Odelmo Leão durante solenidade no Centro Administrativo Municipal. Com investimento de cerca de R$ 1 milhão por parte da Secretaria Municipal de Saúde, serão realizados 2,2 mil procedimentos extras.

A colonoscopia é fundamental para detectar precocemente o câncer de cólon e outras doenças intestinais. O procedimento é feito por imagem, permitindo a visualização do interior de todo o cólon. Com a iniciativa, a Administração Municipal ampliará o acesso aos exames, reduzirá o tempo de espera e irá melhorar o acesso ao tratamento.

            Além disso, a secretaria adotará estratégias para garantir que os exames sejam bem-sucedidos. Considerando que preparo para o procedimento é crucial, já que o cólon deve estar limpo para uma melhor visualização do órgão, serão garantidos: kits de medicamentos necessários para o preparo; folders explicativos; retorno do paciente ao médico assistente; acolhimento e monitoramento dos pacientes que apresentarem exames com alterações. Os procedimentos serão realizados em nove pontos de saúde, dentre eles as oito Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e o Centro de Especialidades Médicas (CEM).

“Após um trabalho minucioso da Secretaria Municipal de Saúde, fizemos uma triagem e chegamos a esse quantitativo de pessoas que realmente precisam com urgência desse exame. Para aqueles que tiverem alterações nos exames, também daremos continuidade no atendimento e direcionamento para os outros procedimentos. É mais uma iniciativa da Prefeitura de Uberlândia que, novamente, tem feito muito mais que o que é de responsabilidade dela”, enfatizou o prefeito Odelmo Leão.

Os agendamentos serão feitos pela Secretaria Municipal de Saúde, obedecendo a lista da Central de Regulação, atendendo primeiramente os classificados em vermelho e amarelo. A realização dos exames será feita por meio de convênio com as clínicas credenciadas (IGEP, IAG e Uberclin), contratadas após chamada pública.

 

Mutirões

Recentemente, a Secretaria Municipal de Saúde realizou o Mutirão de eletrocardiograma ambulatorial, com cerca de 13 mil  exames feitos em dois meses, e anunciou dois novos mutirões, de ecocardiografia e de mamografia, além de novos investimentos no setor da saúde, com a compra de um mamógrafo digital e a instalação de aparelhos de telemedicina para realização de eletrocardiograma nos atendimentos 24h de urgência das oito UAIs.

Além disso, a Prefeitura Municipal de Uberlândia lança a linha de cuidado do câncer de intestino, com equipes especializadas para garantir o diagnóstico precoce, o estadiamento – que será realizado no Hospital Municipal de Uberlândia – e tratamento inicial. Isso reduzirá significativamente o tempo entre o diagnóstico e o tratamento quimio ou radioterápico.


Exposição

            Como forma de ampliar o conhecimento e a necessidade do diagnóstico precoce, a Prefeitura de Uberlândia, em apoio à campanha de prevenção ao câncer colorretal, promovida pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, cedeu espaço no Centro Administrativo Municipal para uma exposição imersiva sobre o tema.


Governo - Mutirão de exames de colonoscopia VALIDADO (1).JPG
Araípedes Luz /Secretaria de Governo e Comunicação

 

Entre os dias 26 e 28 de junho, quem passar pelo prédio poderá conferir, no saguão do bloco 1, uma instalação organizada pela instituição, com informações sobre a doença que atinge o intestino grosso e pode ser prevenida, reduzindo, assim, o risco de sequelas e morte.

Na instalação, os visitantes terão o acompanhamento de profissionais do instituto e poderão entrar em uma estrutura inflável que simula o intestino. Dessa forma, o público poderá visualizar diferentes condições do órgão, além de conhecer as doenças mais comuns (incluindo o câncer colorretal) e aprender mais sobre autocuidado, prevenção, hábitos saudáveis de alimentação e diagnóstico precoce.

PMU