PM registrou furto no bairro Santa Mônica e roubo no bairro Pampulha

Nesta quarta-feira, 12, dois incidentes foram registrados em Uberlândia.

O primeiro ocorreu por volta das 18h19 na Avenida Lazara Alves Ferreira, no bairro Santa Mônica. Segundo informações da Polícia Militar a vítima, uma mulher de 46 anos, relatou que percebeu a falta de seu notebook em seu veículo e constatou que havia sido vítima de furto. Segundo seu relato, um veículo Fiat Punto vermelho aproximou-se do seu carro, uma pessoa desembarcou e, em seguida, retornou com uma pasta na mão, que continha o notebook, uma carteira com cartões e R$ 60 em dinheiro. A equipe policial iniciou o rastreamento do veículo e conseguiu abordá-lo na Avenida Segismundo Pereira. Durante a busca no veículo, foram encontradas duas buchas de uma substância semelhante a maconha, mas o notebook não foi localizado. O suspeito, um homem de 34 anos, afirmou ter repassado o notebook para outra pessoa, sem revelar quem. Ele foi encaminhado à delegacia juntamente com o entorpecente encontrado no veículo. O carro foi removido ao pátio, pois estava com o licenciamento atrasado.

O segundo incidente aconteceu às 20h24 na Rua Professor Inácio Castilho, no bairro Pampulha. A vítima, um homem de 43 anos, estava em seu carro quando foi abordado por um homem, que entrou no veículo pelo lado do passageiro, armado, e anunciou o roubo. O suspeito ordenou que a vítima ficasse quieta e dirigisse até a UAI Pampulha. Próximo ao local, pediu para a vítima parar o carro, descer e assumiu a direção, fugindo em seguida em direção desconhecida. Pouco tempo depois, o veículo foi encontrado abandonado e batido na BR 050. A vítima compareceu ao local e constatou que uma bolsa com materiais odontológicos havia sido furtada e não foi recuperada. O veículo foi removido ao pátio e as autoridades seguem diligências para encontrar o suspeito do roubo.

Os casos de furto e roubo estão sendo investigados pela polícia de Uberlândia, e medidas estão sendo tomadas para identificar e capturar os responsáveis pelos crimes.

Com informações PMMG