Paratleta da Prefeitura e parceiros conquista prata na World Boccia Cup


 

Divulgação/Futel

 

O paratleta Mateus Carvalho – da equipe da Prefeitura de Uberlândia, formada por meio da parceria entre Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU) e Praia Clube – conquistou a medalha de prata na 2024 World Boccia Cup nesta terça-feira (4), após ter sido derrotado na final pelo turco Oner Bozbiyik. A competição acontece em São Paulo até sexta-feira (7), com a participação de representantes de diversos países.

 

Mateus, que integra a seleção brasileira de bocha paralímpica, competiu ao lado do assistente esportivo Oscar Carvalho, também da Futel/CDDU/Praia Clube, e do treinador Glênio Fernandes, profissional de educação física da Futel e integrante da equipe formada pela fundação em parceria com a Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu) e o Praia Clube.

 

A diretora de paradesporto da Futel, a profissional de educação física Fernanda Costa, comemora o resultado. "Mateus fez grandes partidas, derrotou adversários fortes e teve mais uma grande conquista. A partir de agora, ele segue na competição na disputa por pares, com todo o apoio e torcida de Uberlândia", ressaltou.

 

Conquistas

 

Em busca de uma vaga nos Jogos Paralímpicos de Paris, que serão realizados entre 28 de agosto e 8 de setembro, Mateus Carvalho é considerado um dos principais nomes da bocha paralímpica brasileira. Suas principais conquistas incluem a medalha de ouro na Copa do Mundo de Bocha Paralímpica (2023), o tetracampeonato brasileiro (2015, 2018, 2022 e 2023), as medalhas de ouro nas disputas por pares e por equipe na Copa América (2015), prata (individual) e ouro (pares) no Campeonato Regional das Américas (2018), ouro (pares) na Copa América (2019), bronze (individual) e ouro (pares) nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (2019), ouro (individual) e prata (pares) na Copa América (2021) e prata na 1ª etapa da Copa do Mundo de Bocha Paralímpica (2022). Além disso, ele esteve entre os representantes do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2021.

 

PMU