Festival Timbre anuncia primeira atração e reabre venda de ingressos com condições especiais



O cantor Marcelo Falcão está confirmado na edição deste ano. Os ingressos podem ser parcelados em até 3 vezes sem juros nas primeiras 24 horas.

O Festival Timbre, um dos maiores eventos de música independente do interior do país, está de volta para sua edição de 2024 com grandes novidades e atrações de peso. A primeira grande atração do evento, que ocorrerá nos dias 28 e 29 de setembro na área externa do Teatro Municipal de Uberlândia, é o cantor Marcelo Falcão, conhecido por sua voz marcante e estilo musical autêntico que mescla rock, reggae, soul e pop.

Paralelo ao anúncio do cantor, a Eventaria Produções e a agência Timbre Cultural, também anunciaram neste domingo (23), às 18h, a reabertura da venda de ingressos. As entradas podem ser adquiridas pelo site www.ingressolive.com/festivaltimbre com condições especiais de parcelamento em até 3 vezes sem juros durante as primeiras 24 horas, proporcionando aos fãs uma oportunidade única de garantir presença no evento.

“O Festival Timbre se destaca por ser um dos festivais mais acessíveis e democráticos do Brasil, pois conta com setor único, onde todos são iguais. E os ingressos possuem valores muito atrativos comparado a outros festivais. No domingo (29), por exemplo, teremos entradas a partir de R$ 25 (meia entrada)”, ressalta Lucas Cordeiro, um dos organizadores do evento. 

Celebrando sua tradição de diversidade musical e cultural, o Festival Timbre deste ano promete superar expectativas com mais de 25 atrações, incluindo nomes consagrados da música nacional e revelações promissoras. Serão mais de 8 horas ininterruptas de música por dia, além de diversas experiências como estandes interativos, espaço gastronômico, intervenções artísticas, ativações de patrocinadores e ações sócio ambientais. 

Este ano, o tema "Você é o Presente" permeia o Festival Timbre, convidando o público a valorizar o momento presente e desfrutar de uma programação diversificada que reflete valores de equidade de gênero, sustentabilidade, diversidade e inclusão. O evento não só promove a cultura, mas também fortalece os laços comunitários e oferece um espaço de expressão artística livre e inclusivo.

“Nosso desafio é superar o apego excessivo ao passado e mostrar que o presente pode ser ainda mais especial. Esse apego muitas vezes leva a comparações constantes e à insatisfação com o presente, fazendo com que as pessoas deixem de viver e aproveitar novas oportunidades. Nossa missão é mostrar que ‘estar presente, é o melhor presente’, destacando a importância de enfrentarmos nossas ansiedades. Queremos motivar o público a reconhecer e valorizar todos os momentos bons que viveremos esse ano”, explica Guilherme Maniglia, um dos organizadores do evento. 

Marcelo Falcão

Com sua voz marcante, estilo musical autêntico e letras que expressam críticas sociais e trazem reflexões sobre a realidade brasileira e da vida, Marcelo Falcão conquistou uma legião de fãs ao longo de sua trajetória, sendo reconhecido por seu estilo musical envolvente, que mescla o melhor do rock, reggae, soul e pop.

Em carreira solo desde 2018, Falcão lançou o álbum "Viver (Mais leve que o ar)", reunindo 13 faixas, com 12 composições de autoria do artista. O disco acumula sucessos como "Pesadão", em parceria com a cantora Iza, música que rendeu premiações nacionais e internacionais para os cantores, como a de “Melhor Música” no Prêmio Multishow de Música Brasileira em 2018. “Céu aberto”, com Hungria Hip Hop também foi destaque em 2021. 

No último ano, o cantor também lançou diversos singles que acumulam milhões de streamings nas plataformas de música, entre eles “Minha Arte”, em colaboração com as cantoras Malibu e Lourena e “Não desista agora”, em parceria com cantor Filipe Ret, ambas com milhões de plays no Spotify.

Para os fãs de Uberlândia e região, o reencontro promete ser de muita emoção. No set list de Marcelo Falcão, não devem faltar sucessos como “Voar, Flutuar”, “Hoje eu Decidi” e “Mais Leve que o Ar”, além de canções da fase “O Rappa”, como “Minha Alma”, “Pescador de Ilusões”, “Anjos”, “Vapor Barato”, “Lado B Lado A”, “Reza Vela”, “Rodo Cotidiano” e “Hey Joe”. O repertório inclui também músicas recentes como “Louco pra Voltar”, “Vitória”, “Quando Você Olhar pra Mim”, “Minha Arte” e “Sexta-Feira”.
Sobre o Festival 

O Festival Timbre, uma produção da agência Timbre Cultural em parceria com a Eventaria Produções, é o principal evento de música independente do Triângulo Mineiro e um importante fomentador da cultura nacional. Com mais de 170 shows na bagagem, o festival tem como propósito estimular a diversidade em sua mais ampla forma.

Pelos palcos do evento já passaram artistas de todas as regiões do país, com destaque para nomes como Elza Soares, Duda Beat, Baco Exu do Blues, Anavitória, Zeca Baleiro, Pitty, Tiago Iorc, Marina Sena, Emicida, Rael, Nação Zumbi, Karol Conká, Criolo, Maria Gadú, Armandinho, Bayana System e Maneva, além de diversos artistas em início de carreira que tiveram no Timbre a oportunidade de se apresentar para grandes públicos.

O Timbre é um festival plural, com várias ações sociais, ambientais e programações gratuitas. O festival desde 2018 vem cumprindo o compromisso de ter pelo menos 50% da line-up  composto por artistas mulheres, além de prezar por um line-up recheado por artistas mineiros e presença obrigatória de artistas negros e LGBTQIA+.

Assessoria