Espetáculo “Meu corpo está aqui” celebra e valoriza as pessoas com deficiência



Peça busca desconstruir estigmas a partir de uma perspectiva de quem tem legitimidade

Partindo das experiências pessoais de atrizes e atores PCDs (pessoas com deficiência), a peça “Meu corpo está aqui” chega a Uberlândia para única apresentação no dia 05 de julho, sexta-feira, a partir das 20h no Teatro Municipal.
O que esperar de uma peça de teatro feita por pessoas com deficiência? Talvez, de imediato, imaginamos histórias tristes. Mas, será que a vida de alguém deve ser resumida em limitações? A peça "Meu corpo está aqui" propõe novas representações a partir de narrativas próprias e rompe qualquer ideia antecipada sobre alguém com nanismo ou, por exemplo, com alguma deficiência cerebral.
O espetáculo traz um jogo entre as pulsões e os obstáculos encontrados por eles em suas descobertas afetivas e sexuais. Em cena, o elenco fala abertamente sobre relacionamentos, corpos e desejos por meio de depoimentos ficcionalizados pelas artistas cariocas Julia Spadaccini, idealizadora do projeto e também pessoa com deficiência, e Clara Kutner. 
Um tema original e inédito nos palcos, questionando com ironia e lirismo concepções culturais e históricas a respeito do que é considerado “normal”, o espetáculo celebra estes corpos invisibilizados socialmente e aprofunda as reflexões sobre suas subjetividades. No elenco, Bruno Ramos é surdo não oralizado, Haonê Thinar é pessoa amputada, Juliana Caldas tem nanismo e Pedro Fernandes tem paralisia cerebral com cognitivo preservado e é usuário de cadeira de rodas.
“Meu Corpo Está Aqui” incorpora elementos de ficção para envolver o público de uma forma reflexiva. Ele destaca as semelhanças que todos compartilhamos, que muitas vezes são obscurecidas pela ignorância e pelo preconceito. Pessoas com deficiência vivem vidas plenas, e esta peça desafia a noção de que precisam ocultar suas histórias, desejos e experiências.

SERVIÇO:
Peça: Meu corpo está aqui Quando: 05 de julho de 2024
Horário: Sexta-feira às 20h.
Local: Teatro Municipal de Uberlândia – Av. Rondon Pacheco, 7070.
Vendas antecipadas: 
- Site Megabilheteria.com (24 horas e com taxa se conveniência) https://megabilheteria.com/evento?id=20240213153642 
- Loja Inclusive Brechó, na Av. Cesário Alvim, 396 – Centro (aberta das 9h às 18h, de segunda a sexta e das 9h às 14h aos sábados - estacionamento conveniado ao lado) 
- Sala Uberlândia na Rota das Culturas, Uberlândia Shopping - Av. Paulo Gracindo, 15, segundo piso, próximo ao Café do Ponto.
Classificação indicativa:  16 anos 
Duração: 60 minutos
Gênero: Drama

Ficha técnica
Texto: Julia Spadaccini e Clara KutnerDireção: Clara Kutner e Julia SpadacciniElenco: Bruno Ramos, Haonê Thinar, Juliana Caldas e Pedro FernandesDireção de Produção e Coordenação Geral do Projeto: Claudia MarquesDiretor Assistente: Michel BloisProdução: Fabricio PolidoPesquisa de dramaturgia: Marcia BrasilColaboração de texto: Bruno Ramos, Haonê Thinar,  Juliana Caldas e Pedro FernandesFigurino e Cenografia: Beli AraujoIluminação: Paulo Cesar MedeirosDireção de Movimento: Laura SamyMúsica: Luciano CamaraVisagismo: Cora MarinhoAssessoria de Imprensa: Ney MottaProgramação Visual: Felipe BragaFotografia: Renato MangolinRedes Sociais: Rafael TeixeiraAudiodescrição: Graciela PozzobomIntérpretes de Libras: Jadson Abraão e Thamires • Alves FerreiraRealização: Fábrica de EventosProdução local: Uberlândia na Rota das Culturas – Carlos Guimarães e Maíra Pelizer

Assessoria