Em viagem à capital mineira, Ana Paula Leão busca recursos para a saúde e melhorias no transporte


O mês de junho já está terminando, mas sempre é tempo de buscar melhorias para os mineiros. Em viagem a Belo Horizonte nesta segunda-feira (24), a deputada federal Ana Paula Leão (PP-MG) cumpriu uma agenda intensa de compromissos e participou de inúmeras reuniões. 


O primeiro compromisso foi na Secretaria de Estado de Saúde, onde Ana Paula encontrou com o assessor Luiz Fernando Miranda. O intuito da parlamentar foi buscar a liberação de quase R$ 32 milhões para Uberlândia. "Este recurso é fundamental para assegurar um atendimento de excelência à população. É um direito do município que, somente em 2023, investiu 35,73% do seu orçamento em saúde - muito além dos obrigatórios 15% estabelecidos em lei", destacou. A solicitação será encaminhada ao Secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, e ela conversou também sobre a transferência de outros recursos, inclusive advindos da antecipação de parcelas do Acordo do Fundo Estadual de Saúde.


A próxima parada foi na sede do Progressistas de Minas Gerais, em uma reunião com presidente estadual do PP, deputado Pinheirinho. O tema, claro, foi política e o o fortalecimento do PP em todas as regiões. 


O transporte foi o assunto das outras reuniões. A primeira foi no Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), com o diretor-geral, Rodrigo Tavares. "Em minhas andanças pelo estado, vejo de perto a situação das nossas rodovias e levei até ele as demandas do nosso Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Sul de Minas", disse Ana Paula.


O dia terminou na sede da VLI, concessionária responsável pelo transporte ferroviário de cargas em grande parte do país. Além de visitar o Centro de Controle de Operação, a deputada conheceu a estrutura da Universidade VLI, criada para treinar e desenvolver pessoas. "Enxergo as ferrovias como um modal de transporte fundamental para o desenvolvimento do nosso estado e do país, sobretudo para o escoamento da produção agrícola, para a viabilização de novas tecnologias e para o turismo, e foi isso que conversei com a equipe da VLI. As ferrovias mineiras necessitam de atenção e investimentos, e é isso que continuarei buscando!", finalizou.


Assessoria