Em Ituiutaba, Algar Telecom recebe homenagem pelos 70 anos de história



Autoridades, empresários e personalidades de Ituiutaba, no interior de Minas Gerais, se reuniram, na noite desta terça-feira (19), para uma sessão solene em celebração aos 70 anos da Algar Telecom, empresa de TI e telecom do grupo Algar. Em cerimônia organizada pelo Rotary Clube Ituiutaba e pela Associação Comercial e Industrial de Ituiutaba (Acii), a empresa recebeu a homenagem pelos serviços prestados.
 

A companhia completou 70 anos em 15 de fevereiro. Fundada em 1954, a Algar Telecom atua hoje em mais de 372 cidades de 16 estados do Brasil e do Distrito Federal com foco em produtos inovadores e alinhados à missão de servir a comunidade. Ao longo de todos esses anos, a empresa sempre ofereceu acesso a serviços de telecomunicações disruptivos e modernos.
 

"Estamos lisonjeados com a homenagem e isso nos traz mais responsabilidades para entregar sempre serviços e produtos com a melhor experiência aos clientes. A empresa continuará investindo na região, impulsionando a inovação, conectando pessoas, comunidades, empresas e construindo um futuro mais digital e próspero para todos", afirma Jean Borges, CEO da Algar Telecom.
 

Recentemente, com foco no futuro, a companhia expandiu sua telefonia móvel para novas áreas. A partir deste movimento, a empresa aumentou a possibilidade de personalização de ofertas, em todos os segmentos, atuando assim com todos os serviços de telecomunicações para seus clientes e mercados. A ampliação de atuação da telefonia móvel leva seu atendimento próximo aos clientes, um dos pontos mais reconhecidos na operação da companhia. Importante destacar que para essa modalidade de telefonia móvel, também é possível fazer portabilidade.
 

Outra iniciativa foi a expansão de sua rede 5G em 33 cidades nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e São Paulo. A evolução tecnológica trouxe uma melhor experiência para o consumidor em velocidade, menor latência - tempo para a transferência de dados – e aumento de potencial para o uso da internet por meio do celular, tanto para a execução nos mais variados tipos de aplicativos e nas redes sociais, como também em jogos eletrônicos e na exibição e compartilhamento de vídeos. Essa expansão contribuirá para o avanço de negócios nas empresas, incluindo as aplicações de IoT (internet das coisas), de inteligência artificial, entre outros.
 

Pioneirismo é, inclusive, a palavra-chave quando o tema é 5G, já que em dezembro de 2021 a Algar Telecom foi a primeira operadora do País a ofertar esse serviço, na frequência de 2.3 GHz, para Franca (SP), Uberaba (MG) e Uberlândia (MG).
 

A expansão do 5G foi importante, inclusive, para o lançamento do Algar Banda Larga 5G, o novo produto da Algar Telecom que utiliza a tecnologia FWA (Fixed Wireless Access ou acesso fixo sem fio, em tradução literal), que não depende de cabos e fios para instalação. A tecnologia FWA é uma solução inovadora que permite a transmissão de dados de alta velocidade através de conexões com a rede 5G. Diferente das redes tradicionais que dependem de cabos e fios, ela possui a instalação mais rápida e fácil, uma vez que dispensa cabos subterrâneos ou aéreos, sendo possível a implementação até mesmo em áreas sem infraestrutura de banda larga com fio. O dispositivo receptor permite, ainda, velocidade de download até 33 vezes mais rápida que a tecnologia 4G LTE.
 

No paralelo, a Algar Telecom está modernizando todo o Core da Rede Móvel para prover novos serviços de dados e voz, além de preparar a rede para evolução de novas tecnologias como o 5G. O Core de Rede é uma das principais Estruturas da Rede Móvel, responsável por gerenciar diversos recursos de Rede Voz e Dados (conexões dos usuários, como autenticação, QoS, segurança, roteamento, encaminhamento de pacotes, mobilidade, interceptação legal e outros). Para isso, estão sendo realizadas, desde 2023, uma série de ações de modernização desta estrutura como a substituição do UDM (Base de Dados – Provisão de todo serviço móvel), implantação de Plataformas de Serviços e um novo EPC (Evolved Packet Core) que contempla toda base de dados da rede móvel.
 

Em dezembro de 2023, a Algar Telecom anunciou o lançamento de telefonia móvel além da sua área original de atuação, por meio de MVNO (Mobile Virtual Network Operator), ampliando seu portfólio nas áreas definidas pela estratégia de expansão. A empresa iniciou a operação pelo estado de São Paulo e está agora na fase de expansão. Após essa primeira etapa, a Algar Telecom lançará planos para os segmentos corporativo e MPE, em toda sua área de expansão.
 

A partir deste modelo de negócio, a companhia aumenta a possibilidade de personalização de ofertas, em todos os segmentos, atuando assim com todos os serviços de telecomunicações para seus clientes e mercados. A ampliação de atuação da telefonia móvel leva seu atendimento próximo aos clientes, um dos pontos mais reconhecidos na operação da companhia. Importante destacar que para essa modalidade de telefonia móvel, também é possível fazer portabilidade.
 

Por conta do MVNO, a empresa lançou, em 2024, o produto Nomo, que oferta serviços digitais e telefonia. Lançada no início de fevereiro deste ano, a Nomo está disponível, inicialmente, como uma POC (Prova de Conceito em tradução literal de Proof of Concept), para as cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul e Passo Fundo, todas no Rio Grande do Sul, focando no Varejo. Com o objetivo de ter um portfólio robusto, com produtos que atendam tanto o segmento B2C quanto o B2B, as ofertas foram desenhadas para serem atrativas ao usuário final, como a inclusão de redes sociais e aplicativos de mensagens no pacote.
 

Já com foco em oferecer um produto voltado para usuário de jogos online de PC, que melhora a jogabilidade, reduz a latência, mantendo a conexão à internet estável e sem picos de lag (atraso na resposta), a Algar Telecom lançou o Internet Gamer. O combo que conta com internet de 1 giga de velocidade, upload de 50% e a assinatura do NoPing embarcada, um software para computador ou notebook, que aprimora a experiência do usuário, reduzindo o tempo de resposta entre a máquina e os servidores de jogos ao otimizar as rotas de conexão.
 

A iniciativa evidencia o posicionamento da companhia de se manter alinhada às tendências do mercado. Segundo a Pesquisa Game Brasil 2024, realizada pela SX Group, cerca de 74% dos brasileiros têm o hábito de jogar jogos digitais, um crescimento de 3,8% em relação a 2023. Ainda de acordo com os ouvidos, estes jogos são uma das mais importantes formas de diversão, dentre as possibilidades de entretenimento. Com relação ao e-sports, modalidade de competição de jogos virtuais, a pesquisa indica que ela vem crescendo cada vez mais no País, uma vez que 82,1% já ouviram falar do esporte e 66,2% acompanham e assistem às competições.
 

Expansão no B2B
 

No segmento corporativo, a Algar Telecom também investe em oferecer um portfólio cada vez mais amplo com soluções de Telecom e TI para os seus mais de 196.300 clientes, que representam 64% da receita. A companhia atende desde médias e grandes empresas até MPEs (micro e pequenas empresas) e é considerada hoje a operadora independente de fibra ótica com maior infraestrutura do Brasil.
 

Para isso, a Algar expandiu, de 2015 a 2023, em 325% o número de estados e cidades em que está presente, passando de 4 estados para 16 mais o Distrito Federal, e de 87 municípios para 370. E, para chegar a esses locais, foram ampliados em mais de 388% a quilometragem de rede, atingindo a marca de 132 mil km.
 

A operadora está sempre voltada a oferecer soluções completas e inovadoras, nas quais os serviços de conectividade em altas velocidades, sobre fibra, são acompanhados de produtos que atendam às necessidades dos clientes de forma mais ampla. Em conjunto com o Brain, Centro de Inovação em Negócios Digitais da companhia, usa métodos ágeis para internalizar e escalar as inovações surgidas. Desta forma, a empresa mantém o histórico de pioneirismo e um portfólio sempre moderno de produtos e serviços.
 

Onde tudo começou
 

Para contar a história da Algar, é preciso voltar um pouco no tempo, para antes de 1954. Em 1919, José Alves Garcia, pai de Alexandrino Garcia – fundador da companhia, saiu de Portugal com a família, em busca de melhores oportunidades de vida, em direção a Uberlândia (MG). A partir daí, pai e filhos empreenderam em diversas frentes, começando com uma máquina beneficiadora de arroz, passando pela aquisição do Jornal Correio de Uberlândia, a compra de um posto de gasolina e serviços que, após conquistar a confiança do mercado, recebeu uma liberação da General Motors para a distribuição de seus produtos, por meio de uma revendedora Chevrolet.
 

Em 1952, o Comendador Alexandrino Garcia assumiu a presidência da Aciub (Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Uberlândia). No mesmo ano, a Empresa Telefônica Texeirinha renovou seu contrato com a Prefeitura do município para a instalação de mais 1.000 telefones automáticos na cidade e problemas no percurso impediram a efetivação do contrato.
 

Ao perceber a crise nos serviços telefônicos da região, o Comendador, por meio de sua capacidade de inovar, mobilizou a Aciub para melhorar a telefonia da cidade, resultando na criação da Companhia de Telefones do Brasil Central (CTBC), em fevereiro de 1954. Com Garcia no controle, a partir de 1958, a CTBC expandiu sua operação para além de Uberlândia, estando presente em Guará (SP), Monte Alegre de Minas, Centralina, Frutal, Campina Verde (MG) e Itumbiara (GO).
 

Com o passar dos anos, a companhia evoluiu, se tornando mais robusta, ampliando seu sinal de cobertura, colocando Uberlândia como a primeira cidade do interior do País a utilizar um sistema de micro-ondas que ligava a cidade ao Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Tudo isso sem deixar as raízes de lado, uma vez que a CTBC foi a única empresa de telefonia a permanecer privada após a implantação da Telebrás em 1972, sendo posteriormente privatizada em 1998, permanecendo com os mesmos donos.
 

Os anos 80 marcaram a estruturação do grupo Algar, com a constituição formal do Grupo ABC, abrangendo diversas áreas, desde Eletrônica e Informática até Veículos e Aeronaves. Em 1993, o falecimento do fundador, Comendador Alexandrino Garcia, marcou uma transição liderada por seu filho, Luiz Alberto Garcia, que reestruturou os negócios, resultando nas áreas de Telecom, Agrobusiness, Entretenimento e Serviços.
 

Na década de 90, o grupo Algar passou por significativas mudanças, abandonando a sigla ABC e concentrando esforços nas áreas estratégicas. Destacam-se a criação da Universidade Algar, a consolidação de parcerias internacionais, e a expansão dos serviços, incluindo a criação da Algar Tech em 1998.
 

Porém, foi só em 2009 que a CTBC se tornou oficialmente Algar Telecom, assim como a unificação de Algar em todas as outras empresas do grupo. A mudança teve como objetivo garantir a perenidade do grupo e alinhar o pensamento estratégico das companhias. O desenho também foi alterado, com a criação de um conceito mais moderno e atual.
 

Sobre a Algar Telecom
 

A Algar Telecom, empresa do grupo Algar, possui um amplo portfólio com soluções de Telecom e TI para atender clientes corporativos (B2B) e do varejo (B2C). A companhia oferece internet por fibra óptica em ultravelocidade, celular de qualidade, serviços de voz, dados, e TI, incluindo serviços de cloud e de segurança de redes, além de sistemas de gestão para pequenas empresas.
 

Com 70 anos de mercado, possui uma moderna infraestrutura, suportada por uma rede de 132 mil km de fibra óptica que serve, atualmente, mais de 372 cidades, em 16 estados do Brasil e no Distrito Federal. Para todos esses locais, a empresa investe em um atendimento personalizado, consultivo e eficaz para entregar cada vez mais qualidade aos clientes.
 

Companhia aberta, não listada em bolsa desde 2007, a Algar Telecom se compromete com as melhores práticas de governança corporativa. São mais de 4,5 mil associados - como são chamados os colaboradores da empresa - comprometidos em manter um relacionamento próximo com seus clientes e alta qualidade na prestação de serviços, com práticas sustentáveis e inovadora.


Assessoria