Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica para o Agro debate o uso dos drones agrícolas

O tema será abordado na terceira etapa do evento, que acontece no Sindicato Rural de Uberlândia, na próxima terça-feira (18/6)

Os drones agrícolas, o seu uso no dia a dia no campo, a regulamentação e fiscalização para o uso seguro da tecnologia serão o tema da terceira etapa do Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica para o Agro, que acontece na sede do Sindicato Rural de Uberlândia, na próxima terça-feira (18/6), a partir das 12 horas. O evento é promovido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), da Emater-MG e da Epamig.

Esta etapa, na região do Triângulo Mineiro, é a terceira de uma série inicial de cinco eventos, que compõem o Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica para o Agro, promovido em parceria com diversas instituições, com o objetivo de apresentar tecnologias acessíveis aos produtores rurais, nas suas variadas atividades e escalas de produção. Os eventos são realizados no formato presencial e, para esta terceira etapa, as inscrições já podem ser feitas pela plataforma Sympla, neste link.


Os temas de cada evento foram escolhidos após um amplo levantamento em todas as unidades regionais da Emater-MG e com as gerências regionais do Sistema Faemg, identificando as principais demandas dos produtores rurais. Nos encontros anteriores, realizados em Uberaba e Passos, já foram abordados o papel da tecnologia na modernização do agronegócio e o uso das inovações tecnológicas na agricultura familiar, respectivamente.

Na avaliação do subsecretário de Política e Economia Agropecuária da Secretaria de Agricultura, Caio César Coimbra, o Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica para o Agro tem uma importância muito grande, na medida em que leva a tecnologia ao conhecimento dos produtores rurais. “A inovação tecnológica veio para ficar. Com a realização desses eventos, a gente espera gerar conectividade do produtor rural, seja ele pequeno, médio ou grande, com as startups para encontrar soluções que garantem maior produtividade e facilidade operacional, proporcionando geração de emprego e prosperidade para as regiões”, afirma. 

Dentro do campo da agricultura de precisão, os drones agrícolas, também conhecidos como veículo Aéreo Não Tripulado (Vant), estão entre as inovações tecnológicas que mais avançam e passam a ser utilizadas nos sistemas de produção agropecuária. Os equipamentos desempenham diversas funções cruciais, desde o mapeamento topográfico, até a identificação e o controle de áreas com falhas de plantio, identificação de plantas daninhas, controle de pragas e doenças e auxílio na irrigação das lavouras, dentre outras atividades que podem ser exercidas pelos equipamentos. Diante do crescimento de seu uso, é fundamental difundir o conhecimento sobre o potencial dessa tecnologia e os cuidados necessários para o uso seguro e eficiente dos instrumentos.

A terceira etapa do Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica para o agro é realizado em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), da Sociedade Mineira dos Engenheiros Agrônomos (SMEA), da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Agrotap), do Ecossistema de Inovação Uberhub, da prefeitura municipal e do Sindicato Rural de Uberlândia. 

Serviço:

Circuito Mineiro de Inovação Tecnológica – Uberlândia
Data: 18 de junho (terça-feira)
Horário: 12h às 18h
Local: Sindicato Rural de Uberlândia – Av. Juracy Junqueira de Rezende, 100 – Pampulha - Uberlândia

Programação:
12h – Credenciamento
13h – Abertura
13h30 – Palestra: “Voando alto: Explorando as aplicações dos drones na agropecuária” – Professor Thiago Furtado de Oliveira (Coordenador do curso de Tecnologia em Agropecuária de Precisão da Epamig/Itap)
14h – Mesa Redonda – Boas práticas e desafios no uso de drones na agropecuária, requisitos legais e perspectivas de crescimento do mercado de drones agrícolas – Professor Douglas José Marques (Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Uberlândia Campus Monte Carmelo e Conselho CEAG/CREA-MG)
15h – Apresentações das soluções tecnológicas (Aenza Aero Agrícola, Alta System, Agrosolutions, Dominus Soli, Dronefy, Emater-MG/É do Campo, JetFarm, Maqnelson Drones, Pulveriza Drones, Sensix e Vista Agrotech
16h – Mostra Tecnológica – Exposição de tecnologias pelas empresas e startups 
18h – Encerramento

As próximas etapas serão realizadas, sempre presencialmente, nos seguintes municípios: Buritizeiro (20/6) e Pitangui (14/8).

Assessoria