8 atitudes que podem evitar o desenvolvimento da artrose



À medida que envelhecemos, as cartilagens das articulações do nosso corpo se desgastam. Se movimentar, então, passa a ser motivo de muitas dores. A artrose, ou osteoartrite, afeta milhões de pessoas no mundo todo. Um estudo realizado pelo Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde, da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, revelou que aproximadamente 1 bilhão de pessoas sofrerá com a doença até 2050. No Brasil, estima-se que de 12 a 15 milhões de indivíduos tenham artrose, com maior prevalência entre os adultos acima de 65 anos. Diante da grande quantidade de casos, a pergunta que fica é: dá para evitar?
 

De acordo com o médico Lúcio Hott, responsável pela Clínica da Dor do São Bernardo Apart Hospital, diversos fatores interligados contribuem para o aumento da incidência da artrose. Com o passar dos anos, a cartilagem articular se desgasta naturalmente, tornando-a mais suscetível à deterioração e ao desenvolvimento da doença, mas outros fatores como obesidade, genética e a prática inadequada de exercícios físicos podem favorecer o surgimento da doença.
 

"As mulheres são mais propensas a desenvolver artrose do que os homens, principalmente após a menopausa. As alterações hormonais nesse período podem contribuir para o enfraquecimento da cartilagem articular. Indivíduos com histórico familiar da doença também apresentam maior probabilidade de serem acometidos. Lesões articulares prévias, deformidades ósseas e a realização de atividades físicas de forma incorreta ou sem acompanhamento profissional podem sobrecarregar as articulações, aumentando o risco de lesões e desgaste da cartilagem, levando à artrose", explica.
 

Mãos, coluna, joelhos, quadris e pés são as partes do corpo mais afetadas pela doença. "A artrose pode trazer dor, rigidez e dificuldade de movimento, impactando significativamente a vida de quem a enfrenta. No entanto, com as medidas certas, é possível controlar os sintomas, retardar a progressão da doença e manter uma boa qualidade de vida", garante Hott, antes de listar medidas simples que podem evitar o desenvolvimento da artrose:

  1. Manter o peso corporal adequado
    Isso diminui a pressão sobre as articulações, reduzindo o risco da doença;
     
  2. Praticar exercícios físicos regularmente
    Atividades de baixo impacto, como natação, ciclismo, pilates e caminhadas, fortalecem os músculos e articulações, protegendo-as contra o desgaste. Comece devagar e aumente a intensidade gradualmente. Se sentir dor, pare o exercício e descanse.
     
  3. Manter uma boa postura
    Uma postura adequada previne desequilíbrios musculares e protege a coluna vertebral, reduzindo o risco de artrose;
     
  4. Evitar atividades repetitivas
    Se possível, faça pausas frequentes em atividades que exigem movimentos repetitivos, especialmente se causarem dor ou desconforto;
     
  5. Usar calçados confortáveis
    Sapatos adequados fornecem suporte e amortecimento, diminuindo o impacto nas articulações;
     
  6. Proteger as articulações de lesões
    Evite quedas e traumas que possam danificar as articulações;
     
  7. Alimentação saudável
    Uma dieta rica em frutas, legumes, verduras e grãos integrais fornece nutrientes importantes para a saúde das articulações;
     
  8. Evitar fumar
    O tabagismo prejudica a circulação sanguínea e a nutrição das cartilagens, acelerando o desgaste articular.

 

Assessoria