Tradição artística de Corpus Christi encanta turistas Brasil afora


Atravessados pelo calendário religioso cristão, os feriados nacionais ressaltam o importante papel da religiosidade para o povo brasileiro. Nesta quinta-feira (30/05), celebra-se Corpus Christi, ou seja, a Eucaristia - o recebimento da hóstia consagrada, como símbolo do corpo divino, remetendo à morte e ressurreição de Cristo. Hoje, a celebração toma as ruas de várias cidades do país de duas formas: a procissão de fiéis e a confecção de tapetes coloridos nas ruas. A tradição artística faz parte do legado da colonização portuguesa, na qual os mantos, confeccionados com materiais como serragem, flores, sal e areia, guiam o caminho dos fiéis. 

Para quem deseja aproveitar o feriado para acompanhar a tradição popular, o Hurb, empresa de tecnologia que atua no mercado de turismo há 13 anos, aponta os destinos nacionais onde é possível acompanhar o ato de devoção, traduzido nos efeitos efêmeros, representando uma chance única no ano.

Ouro Preto (MG): Conhecida por sua rica história colonial e suas igrejas barrocas, Ouro Preto ganha novas cores para o feriado de Corpus Christi, quando suas ladeiras são cobertas por tapetes meticulosamente elaborados. Turistas de todo o país escolhem a data para conhecer a cidade a fim de apreciar a beleza dessas obras de arte temporárias. Já para admirar intervenções que resistem ao tempo, vale visitar a Igreja de São Francisco de Assis e a Basílica de Nossa Senhora do Pilar. A primeira, concluída em 1771, conta com obras do escultor e arquiteto Aleijadinho, enquanto a segunda, de 1737, é a segunda igreja com a maior quantidade de ouro no Brasil.

Recife e Garanhuns (PE): A capital pernambucana se destaca não apenas pelas suas belas praias e rica cultura, mas também por colaborar para a manutenção da tradição dos tapetes de Corpus Christi. No bairro de Recife Antigo, por exemplo, grupos de fiéis e artistas locais trabalham arduamente para cobrir as ruas com as elaboradas ilustrações, atraindo não apenas os devotos, mas também os apreciadores de arte e cultura. Além de Recife, o interior de Pernambuco também guarda tesouros durante esse feriado. Conhecida por seu clima ameno e sua rica cultura popular, Garanhuns se torna ainda mais vibrante quando os tapetes a adornam.

E para conhecer a amplitude da arte pernambucana, uma tarde na Casa da Cultura possibilita contato com o artesanato e a culinária regional. Criada em um edifício do século XIX que funcionava como presídio, a casa ganhou um novo significado quando o artista plástico pernambucano Francisco Brennand sugeriu que o espaço fosse convertido em um ambiente de convivência social.

Goiânia (GO): A capital goiana também se destaca por sua tradição de tapetes coloridos durante a celebração da eucaristia. A Avenida Tocantins, por exemplo, é uma das ruas que se transforma em galeria de arte a céu aberto, com fiéis e artistas locais demonstrando sua habilidade e devoção através das composições que impressionam os visitantes. A tradição artística também pode ser observada nas obras do Conjunto da Praça Cívica e seus arredores, já que, com 22 edifícios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a região foi reconhecida por ter um dos maiores conjuntos arquitetônicos de Art Déco do mundo.

Curitiba (PR): Na capital paranaense, os tapetes de Corpus Christi se tornaram uma expressão da identidade cultural da região. Turistas têm a oportunidade de explorar não apenas a beleza das composições, mas também os encantos naturais e arquitetônicos que tornam Curitiba única. No feriado, o entorno da catedral curitibana é decorado por fiéis a partir das primeiras horas da manhã, percorrendo as ruas da cidade até a Praça Nossa Senhora de Salette, para que tudo esteja pronto antes da missa, no início da tarde. A programação religiosa inclui ainda um concurso fotográfico, arrecadação de alimentos, teatro e visitas a hospitais, asilos e instituições assistenciais.

Nas cidades retratadas e em muitas outras do interior do país, a tradição dos tapetes de Corpus Christi não apenas enriquece as celebrações religiosas, mas também fortalece os laços comunitários, atraindo visitantes ávidos por conhecer a riqueza cultural e artística do Brasil. Além de alimentar o espírito e renovar a fé, a data representa uma oportunidade para se reconectar com o divino através da arte.


Assessoria