Internet 5G chegará para mais três municípios de Minas Gerais


 

A Anatel, entidade vinculada ao Ministério das Comunicações, divulgou as informações na quarta-feira (20)
 

A partir da próxima segunda-feira (27/05), as operadoras que adquirirem lotes na faixa de 3,5 GHz vão poder solicitar à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) o licenciamento e ativação de estações de 5G em 236 municípios.
 

Em Minas Gerais, as cidades de Leopoldina, Santos Dumont e Visconde do Rio Branco foram contempladas. As empresas que operam nesses municípios poderão solicitar à Anatel o licenciamento e ativação da funcionalidade. Com isso, mais de 130 mil habitantes poderão ser beneficiados com a chegada da tecnologia no estado.
 

A Anatel, entidade vinculada ao Ministério das Comunicações, divulgou as informações nesta quarta-feira (20), após uma reunião na sede da empresa. No total, as operadoras poderão solicitar os trâmites para a implantação do 5G em 236 municípios do Brasil.


A liberação da faixa é o primeiro passo para que as prestadoras que adquiriram lotes instalem estações de quinta geração nas cidades. A liberação, no entanto, não significa que o 5G será instalado de imediato nas localidades. O processo depende do planejamento individual de cada prestadora.


Com a decisão, o total de cidades que vão poder contar com o 5G na faixa de 3,5GHz chegará a 4.134, nos quais vivem pouco mais de 189 milhões de brasileiros - aproximadamente 88,6% da população do País.


"A implantação do 5G tem sido um trabalho que nós estamos fazendo pela importância dessa tecnologia na ponta da vida das pessoas. É importante colocar que o Brasil realizou um leilão há três anos e vendeu faixas de frequência para o setor privado. Esse mesmo setor acertou obrigações anuais com o Ministério: o de expandir essa tecnologia, começando pelas capitais até chegar nos mais de 5 mil municípios do Brasil. O cronograma vai até 2030", disse o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, em agenda recente de liberação de recursos para acesso à internet em periferias do Ceará.


O Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência (Gaispi) disponibiliza um painel de dados para facilitar o acompanhamento dos municípios liberados. O indicador mostra as cidades em que a faixa de 3,5 GHz já está liberada e as próximas.


Os municípios com a faixa já liberada, as cidades, os bairros e a quantidade de estações licenciadas do 5G standalone na faixa de 3,5 GHz, bem como os aparelhos celulares certificados para uso de 5G, podem ser consultados nos dashboards disponibilizados no painel de dados da Anatel.

 

Secom